Manaus / Amazonas -

Translate

Arquivo do blog

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

GOIABA-DE-ANTA, FRUTEIRA TÍPICA DE VEGETAÇÃO SECUNDÁRIA
Esta fruteira produz frutos comestíveis, porém desperdiçados, contudo, podem ser encontrados com boa frequência e abundância nas florestas de capoeiras, bordas das florestas e, margens de estradas e ramais espalhados pela Amazônia.

Afonso Rabelo-Engenheiro Florestal
rabeloafonso@gmail.com

NOMENCLATURA DA ESPÉCIE

Nome científico – Bellucia dichotoma Cogn.
Sinonímia – Bellucia imperialis Saldanha & Cogn.
Família – Melastomataceae Juss.
Nomes comuns na Amazônia – Araçá-de-anta, goiaba-de-anta (nome vulgar mais conhecido), e goiaba-de-anta-branca.
Origem – Amazônia
Distribuição – Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima.

CARACTERÍSTICAS BOTÂNICAS

ÁRVORE – A goiabeira-de-anta é uma planta heliófita (que precisa de muita luz para cresce) e pioneira de vegetação secundária. As plantas de goiaba-de-anta possuem porte médio, podendo atingir até 10m de altura. O caule é roliço e ereto, porém curto em áreas descampadas e com presença de pequenas sapopemas na base. O ritidoma (casca) possui coloração castanho-clara com textura áspera e fissurada. A copa da árvore é ampla, muito ramificada e as folhagens são abundantes e perenifólias. Na Amazônia, pode ser encontrada em florestas de capoeiras que foram originadas após a supressão das árvores da floresta primária, ou em florestas de bordas, pastagens abandonadas e, margens de estradas e ramais. Os frutos da goiaba-de-anta são comestíveis e muitos abundantes em florestas de capoeiras, no entanto, são desprezados pelas populações, talvez por falta de conhecimento do potencial alimentício. Todavia, esses frutos são bastantes consumidos por animais silvestres, tais como: antas, macacos, jabutis, aves e morcegos (Figuras 1 e 2).
 Figura 1. Hábito de crescimento da goiabeira-de-anta (Bellucia dichotoma Cogn.) em pastagens abandonadas.

 Figura 2. Hábito de crescimento da goiabeira-de-anta (Bellucia dichotoma Cogn.) em floresta de capoeira.

FOLHAS – São simples, disposições opostas, grandes, coloração verde-brilhante na superfície superior e verde-opaco na inferior; lâmina foliar apresenta forma ovada a oval, ápice agudo, base arredondada, margem inteira e nervuras proeminentes na superfície inferior da folha (Figuras 3 e 4).
Figura 3. Detalhe do ramo com folhas opostas da goiabeira-de-anta (Bellucia dichotoma Cogn.).

 Figura 4. Face inferior da folha da goiabeira-de-anta (Bellucia dichotoma Cogn.).

INFLORESCÊNCIAS – São ramifloras, ou seja, formadas no caule ou nos ramos da planta. As flores são agrupadas nas inflorescências e cada uma delas consiste em um receptáculo de coloração verde em forma de xícara, o qual é responsável pela sustentação dos pequenos lobos do cálice, das 6 pétalas brancas da corola, dos 12 estames e do pistilo. A antese das flores ocorre distintamente na árvore, resultando em inflorescências com flores polinizadas, flores abertas e botões florais simultaneamente (Figura 5).

 Figura 5. Detalhe da flor na antese da goiabeira-de-anta (Bellucia dichotoma Cogn.).

FRUTOS - São bagas globosas, sem aroma, medindo em média 2,8cm de comprimento por 3,3cm de diâmetro. O epicarpo (casca) possui superfície lisa, textura fina e coloração amarelo-claro quando maduro. O mesocarpo (polpa), com rendimento de ±80% do total do fruto é suculento, sabor levemente adocicado e muito perecível. Os frutos de goiaba-de-anta são produzidos continuamente durante o ano todo pelas plantas adultas e o consumo é basicamente na forma in natura, no entanto, pode ser utilizado para preparação de doces (Figuras 6, 7 e 8).

 Figura 6. Detalhe da frutificação ramiflora da goiabeira-de-anta (Bellucia dichotoma Cogn.).

 Figura 7. Frutos maduros da goiabeira-de-anta (Bellucia dichotoma Cogn.).

 Figura 8. Frutos inteiros e descerrados na forma longitudinal e transversal da goiabeira-de-anta (Bellucia dichotoma Cogn.).

Um comentário:

  1. Os frutos de goiaba de anta servem pra alimentar peixes matrinxã da Amazônia... Porque tenho uma crianção de peixes...

    ResponderExcluir